sexta-feira, 4 de setembro de 2009

ZimbraMel e Salada com Água Mel

Todos os anos, milhares de pessoas visitam a ZimbraMel – Feira de Mel da Península de Setúbal, no Castelo de Sesimbra. Este é uma das mais importantes feiras do género realizadas em Portugal onde, nas últimas edições têm sido transaccionados cerca de 5 mil quilos de mel. Na ZimbraMel é possível adquirir outros produtos derivados da actividade apícola, como a cera, o propólis ou os favos. Doçaria regional, queijos e produtos biológicos e naturais estão também à venda no certame.
O Castelo de Sesimbra abriu, pela primeira vez, as portas à ZimbraMel em 1999 com o objectivo de divulgar a apicultura, actividade em crescimento no concelho e na Península graças às condições naturais oferecidas pela região. Grande parte do mel produzido no concelho provém de plantas selvagens como o alecrim, o rosmaninho e o tomilho que, por não estarem sujeitas ao uso de pesticidas, garantem um produto de qualidade. Tendo como palco o Castelo, classificado como Monumento Nacional, a ZimbraMel depressa assegurou um lugar de destaque entre os eventos do género.



Este ano lá fui eu visitar a feira e depois de muitas provas comprei um frasco de mel de rosmaninho aqui da minha terra e um frasco de água mel.
O mel, tirado das colmeias móveis, é escorrido para um centrifugador, donde vai para dentro de uma vasilha ou frasco. Depois de assentado, são retiradas as impurezas.
Noutros tempos, o mel era espremido à mão ou com umas talas de madeira e apertado por oito homens. Actualmente, usa-se a prensa.
Nos cortiços, mais utilizados na zona da serra, estes são levados para o meio do mato, esperando-se que os enxames os ocupem. Quando a abelha mestra sai da colmeia e os casulos estão todos tapados, é sinal que o enxame se multiplicou e é mandado para outro cortiço. Para isso, vira-se o cortiço ao contrário e bate-se no tampo, pondo novo cortiço por cima do usado.
Então, o mel é extraído da cera, espremendo-se em pequenas quantidades, ficando o mel num lado e a cera em rolinhos, noutro lado.
O mel é coado por uma peneira muito fina, para se livrar de impurezas. Se o mel for para durar muito tempo, convém não se tirar a cera.
A cera que ainda tem mel, é fervida, obtendo-se assim a água mel.
Para saber se a água mel está em condições, basta deixar cair uma gota sobre a unha. Se ficar redondinha, pode tirar-se do fogo.

A água mel é muito utilizada para molhar o pão ou, numa versão mais gourmet, como tempero de saladas. Este ingrediente é já muito utilizado em França como tempero, de forma idêntica ao molho inglês ou ao molho de soja.

Salada de Frango e Pêra com Água Mel

Ingredientes:

  • 1 peito de frango
  • 1 mão cheia de farfalle
  • 1 cenoura ralada
  • 3 a 4 folhas de alface
  • 1 pêra
  • Sal q.b.
  • Tomilho q.b.
  • Alho em pó q.b.
  • Água Mel, a gosto

Preparação:

Coza a massa al dente em água com sal e um fio de azeite. Depois de cozida escorra e deixe esfriar.
Entretanto grelhe o peito de frango, temperado com o sal, o alho em pó e o tomilho. Deixe arrefecer.
Lave as folhas da alface e migue-as. Rale a cenoura. Corte a pêra em pequenos pedaços.
Junte o peito de frango em pedacinhos aos restantes ingredientes, regue com água mel a gosto e envolva tudo.

15 apreciações:

Desconhecia água mel! lol
Estamos sempre a aprender!
A salada deve estar 5 estrelas!
Beijinho.

Amiga linda!
Que boa salada,aspecto fabuloso.
à dias tb fiz um salmão com mel:)



bjs

Água mel?? É-nos deconhecido :D
Mas deve ser bom , pois adoramos mel! Deve ser parecido não?
A saladinha está fantástca!
Beijinhos e bom fim de semama *.*

Vânia, adorei o post.
Não conhecia a água mel e gostava de tê-la provado nesta salada deliciosa.
Ontem ofereceram um pote de mel ao Esparguete que deve ser fantástico!

Beijinhos. :)

Ficou com um aspecto essa salada e que bem que sabe no verão :)

Beijinhos

n conheçia!! mas a tua saladinha deve ter ficado com um toque final invejavel!! mto bem!!!

Que bela salada. Gostei da visita guiada, do mel é que nem tanto pois não consigo gostar. Bjs e continuação de boas férias.

Muito boa esta saladinha, e com água mel- adoro!
Beijinhos linda

Não encontraste por lá a Abelha Maia? he he
Eu gosto muito de mel mas não conhecia água mel, este blog também é "Cóltura" :)
A salada está perfeita!

Querida Vânia,

Adoro essas feiras, em que tudo o que vemos é tão rural, é tudo caseiro e livre de insecticidas e pesticidas, o que é ainda melhor!

Cá em casa, temos um terreno nosso ao lado onde guardamos a lenha, a minha mãe via lá muitas abelhas em redor de uma das pilhas de lenha, um dia espreitou e viu: Favos de mel enooorme!
Fizemos um mel delicioso, claro que foi super cansativo, aquilo dá um trabalhão!

A tua receita parece-me óptima, o sabor agridoce agrada-me bastante!

Beijo

Olá Vania
Já visitei essa feira,bem interessante que divulgas aqui.
Adoro usar mel e tudo o que seja feito a partir dele...tenho sempre alguns kgs em casa.
Beijinhos e boas ferias!

Desconhecia água mel.
Adorei esta salada.
Felizes férias x

vania esta feira deve ser uma delicia mesmo.
e agradeço imenso porque nunca tinha ouvido falar desse agua mel.
beijinhos e boa semana

Que salada elegante :) Também eu desconhecia a água mel e esta salada foi a forma perfeita de me despertar o interesse para a provar :)

Enviar um comentário

Obrigada por comentarem! Espero que testem e que aprovem! Beijinhos e bons conzinhados!

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More